Histórias de Viagens
Hélice do 'Açor'

Esta hélice do monomotor biplano Avro 504K, o primeiro avião a decolar e aterrar na ilha Terceira, a 4 de outubro do ano de 1930, pertence à Unidade de Gestão de Náutica e Aeronáutica do MAH. Integra, atualmente, a exposição comemorativa “O Voo do Açor| 90 anos de Aviação na Ilha Terceira”, patente até 31 de janeiro de 2021, na sala do Capítulo, cujo catálogo se encontra disponível on line.
Pilotado pelo aviador terceirense Frederico Coelho de Melo, o Açor levantou voo a partir do campo de aviação da Achada, construído pela Junta Geral, e, então, considerado uma obra de interesse nacional, já que era voz comum que o progresso da Terceira passava pela aviação.
O Açor fazia parte de um conjunto de 30 aeronaves, compradas por Portugal à Grã-Bretanha em 1923, que foram usadas para instrução de pilotos na Escola Militar de Aeronáutica, em Sintra. Chegou à Terceira a bordo do navio Lima, em setembro de 1930, sendo-lhe pintado na fuselagem um desenho estilizado da ave homónima, da autoria de Mestre Maduro Dias.