Histórias de Viagens
Transatlântico RMS 'Queen Mary'

O “RMS Queen Mary” era um transatlântico de bandeira britânica, da Cunard Line, que navegou pelo Norte do Oceano Atlântico de 1936 a 1967. Em conjunto com o seu navio irmão “RMS Queen Elisabeth, ligeiramente maior e mais jovem”, foi projetado para servir na linha Southampton / New York. Serviu ainda como transporte de tropas durante a II Guerra Mundial. Foi retirado da circulação em 1967, encontrando-se desde então em Long Beach, na Califórnia, onde serve como museu e hotel especialmente dedicado aos apreciadores do paranormal. Conhecido como “O Fantasma Cinzento”, devido à cor com que navegava na altura da II Guerra, o “Queen Mary” tem também um registo significativo de acidentes, doenças e mortes a bordo. Há duas aparições abundantemente referidas: a de uma menina que partiu o pescoço na piscina e é vista nessa área, procurando a mãe e uma boneca, e a do jovem tripulante John Henry, esmagado numa das casas de máquinas, quando procurava fugir a um incêndio. Este modelo pertence à Unidade de Gestão de Náutica e Aeronáutica do Museu de Angra do Heroísmo.