Histórias a Granel
Moinho

Os moinhos de mão açorianos – moinhos tidos como dos mais primitivos – são compostos por duas peças talhadas em basalto: uma mó com olho sobre o eixo central por onde cai o cereal, com um manípulo excêntrico para imprimir o movimento rotativo, e uma base fixa que pode ter, como no caso deste exemplar, rebordo alto e a forma de um oito.
Estes artefactos foram desde o povoamento das ilhas equipamentos domésticos de grande importância, na medida em que permitiam obter farinha sem os encargos impostos às moengas pelo regime dos capitães donatários.
Subsistiram nestas ilhas até épocas muito recentes, nomeadamente na ilha Terceira, com a finalidade de moer o “carolo” destinado à preparação das papas grossas.
Esta peça pode ser visitada na exposição de longa duração do Museu de Angra do Heroísmo, ‘Do Mar e da Terra... Uma História no Atlântico’, estando sob a alçada da Unidade Gestão de Etnografia.