Comunicar em Tempos de Guerra
Tambor

Madeira, pele, couro e corda
A41,2 cm, D 40 cm
Portugal, séc. XIX/XX
MAH.R.1993.0938

Os tambores eram usados para impor disciplina às marchas militares, daí estarem preparados para serem transportados presos à cintura de modo a poderem ser tocados em andamento.
As ordens dadas pelas cornetas e clarins e a cadência dos tambores deveriam ser claras e exatas, pois eram vitais para o comando e controle das movimentações e operações das tropas. Quando deixaram de ser utilizados em contexto de guerra, pelos regimentos de Infantaria e Artilharia, os tambores militares foram absorvidos pela música popular.
Este exemplar pertencente à Unidade de Gestão de Instrumentos Musicais do Museu de Angra do Heroísmo destaca-se pelo seu excelente estado de conservação e pela beleza da sua decoração, em que sobressai o colorido escudo português coroado e ladeado de armas e estandartes, de onde pende a Cruz de Cristo.

Texto | Carla Ferreira