Comunicar em Tempos de Guerra
O Fullerphone

O Fullerphone é um telégrafo inovador que funciona com uma corrente contínua na linha, permitindo simultaneamente uma ligação telefónica e telegráfica. Possui, assim, uma chave de Morse e um auscultador, bem como um emissor/recetor de voz. Como funcionava com baixas correntes possibilitava linhas de comunicação mais longas sem perda de sinal, ao que acrescia a vantagem de ser de construção simples e de fácil instalação.
Este sistema de TPF (Telegrafia Por Fios) foi desenvolvido pelo Capitão de Artilharia britânico Algernon Fuller, durante a I Grande Guerra, tendo-se estendido o seu uso até à II Grande Guerra (1939-1945), apesar da TSF (Telegrafia Sem Fios) estar já amplamente desenvolvida.
Usado pelo Corpo Expedicionário Português (CEP) durante a I Grande Guerra (1914-1918), o seu uso ocorreu em Portugal até à década de 1940, tendo sido fabricado em Lisboa pelas Oficinas Gerais de Material de Engenharia. Este exemplar que integra a Unidade de Gestão de Militaria do Museu de Angra do Heroísmo é um dos modelos (Mod. 16), de pequenas dimensões, construído nas Oficinas Gerais de Material de Engenharia, em Belém, Lisboa, a partir de 1935.