Santa Bárbara | Uma Escultura de Malines no MAH
Edifício de São Francisco | Igreja de Nossa Senhora da Guia, de 8 de maio a setembro
A influência da arte flamenga, que já se sentia e imperava nos reinos ibéricos desde o século XV, vai acentuar-se no século seguinte, devido à intensificação das relações comerciais. Para satisfazer um mercado peninsular e insular ávido de exibir o seu poder económico, na cidade de Malines, que, a par de Bruxelas e Antuérpia, constituía um dos maiores centros exportadores de arte da Flandres, estabeleceram-se reputadas oficinas de escultura que produziam peças de grande qualidade artística, como a Santa Bárbara, pertença do colecionador Vergílio Schneider, em exibição até fevereiro, no MAH, no âmbito da 18.º edição da mostra Museu Adentro.