Vitrine de Curiosidades /12
Manuscrito assinado pelo Rei do Carnaval
De 4 de fevereiro a 3 de março
A partir do final do século XIX e princípios do XX, com a ascensão da burguesia urbana, o entrudo vai ser alvo de uma tentativa de “civilidade”, de forma a controlar a falta de respeito pelos poderes instituídos.
Esta declaração do Rei do Carnaval, anónima, mas datada de 1963 e localizada em Angra do Heroísmo, é um produto desse carnaval “civilizado”, habitual no famoso carnaval brasileiro do Rio de Janeiro, mas muito pouco comum entre nós.