Ateliê de Palmitos
Serviço Educativo do Museu de Angra do Heroísmo 30 de novembro 10h00/12h30; 14h00/17h00
A produção de flores, destinadas ao embelezamento dos espaços litúrgicos e à decoração dos andores usados nas procissões, era uma das tarefas a que se dedicavam as religiosas conventuais. O requinte da sua execução e o valor das matérias-primas fazia delas bens de prestígio, que constituíam uma fonte importante de rendimento para os conventos açorianos, nos séculos XVIII a XIX.
Neste ateliê, a artesã Gabriela Mota Faria relembrará a técnica de composição de palmitos, composições simétricas de flores artificiais, tradicionalmente usadas na decoração de oratórios e altares, numa iniciativa conjunta do Museu de Angra do Heroísmo e do Centro Regional de Apoio ao Artesanato.
Formadora: Gabriela Mota Faria
Público-alvo: 8 formandos adultos
Atividade gratuita dependente de inscrição prévia através do telefone 295 240 800 ou do e-mail museu.angra.agenda@azores.gov.pt