Caracterização Exposições Museu Aberto Informações
Informações

Jorge Augusto Paulus Bruno, natural da ilha Terceira, nasceu em 13 de junho de 1959.

Licenciou-se em História pela Universidade dos Açores, em 1981, tendo desempenhado, desde essa data, cargos de responsabilidade executiva e política, nomeadamente como Diretor Regional dos Assuntos Culturais, Diretor Regional de Segurança Social, Vice-Presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Diretor de Serviços de Organização e Planeamento na área da Saúde, na Região Autónoma dos Açores. No início da sua carreira, desempenhou as funções de Chefe de Gabinete dos Secretários Regionais da Educação e Cultura dos II e III Governos Regional dos Açores.

Pertence ao Quadro de Pessoal de Ilha da ilha Terceira, na carreira de técnico superior, afeto à da Direção Regional da Cultura e é membro de pleno direito de diversas instituições culturais.

Frequentou cursos e ações de formação em instituições regionais, nacionais e estrangeiras nas suas áreas de especialidade.

É autor de vários artigos e apresentou diversas comunicações e conferências, no país e no estrangeiro, nas áreas cultural, de emergência médica, proteção civil, segurança social e ação social.

Assumiu a presidência do IAC-Instituto Açoriano de Cultura de 1990 a 2009 e da “Atlântida – Revista de Cultura”, órgão deste Instituto vocacionado para a promoção de todas as formas de cultura.

Foi o coordenador do projecto do Inventário do Património do Património Imóvel dos Açores, cuja execução está a cargo do IAC-Instituto Açoriano de Cultura com financiamento da Direção Regional da Cultura do Governo Regional dos Açores.

Representou o IAC-Instituto Açoriano de Cultura na gestão do Projecto Atlântico de Arte Digital (PAAD), que integrou parceiros da região da Macaronésia e foi executado com financiamento proveniente do INTERREG III-B, Açores, Madeira, Canárias (FERDER), no âmbito do qual o IAC foi “chefe de fila”.

Coordenou a gestão do projeto Chronos (que visou a criação de uma plataforma de e-learning com conteúdos relativos à História e Cultura dos arquipélagos na Macoronésia), do qual o IAC-Instituto Açoriano de Cultura foi “chefe de fila” e cuja execução contou com financiamento proveniente do INTERREG III-B, Açores, Madeira, Canárias (FERDER), envolvendo parceiros dos arquipélagos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde.

Atualmente, é Presidente da Assembleia Geral do Instituto Açoriano de Cultura e da Direção do Cine-Clube da Ilha Terceira.

Exerce, desde 2005, as funções de Diretor do Museu de Angra do Heroísmo, interrompidas no período de 26 de outubro de 2009 a 26 de novembro de 2012, durante o qual assumiu o cargo de Diretor Regional da Cultura do X Governo dos Açores.

   
2007 © Museu de Angra do Heroísmo. Todos os direitos reservados. Última actualização a 2016-03-30